Piloto desmaia durante voo do Porto-Funchal

O comandante de um avião da Transavia France que fazia o voo entre o Porto e o Funchal, desmaiou aos comandos do aparelho “por um minuto”, na passada sexta-feira, não estando em condições de continuar a pilotar.

transavia_lowcost

Apesar de estar perto do destino, o co-piloto não tinha certificações para pousar o aparelho no Funchal pelo que regressou ao ponto de partida.

O co-piloto teve então de assumir o controlo do Boeing 737-800 mas como não estava certificado para aterrar no Aeroporto Cristiano Ronaldo, na Madeira, e apesar de estar mais perto do Funchal do que do Porto, teve de inverter a marcha e regressar ao continente, aterrando na Invicta.

O caso é contado no site The Aviation Herald, em que uma fonte explica que o comandante recebeu os “primeiros socorros de um médico que viajava a bordo entre os passageiros do voo”.

Cerca de 2h15 minutos depois de ter partido do aeroporto Sá Carneiro, no Porto, o avião voltou a aterrar no local em segurança.

Ao aproximar-se deste aeroporto, o co-piloto expôs o caso relatando que o piloto desmaiara “por um minuto”, suspeitando-se de “pressão baixa” e que necessitara de cuidados médicos.

O co-piloto teve de regressar ao Porto porque não possuía certificação para aterrar no aeroporto do Funchal.

Requisitos para voar para o Funchal

A documentação oficial da NAV Portugal sobre a operação aérea na Madeira exige vários requisitos a um piloto de um avião comercial com destino ou partida daquele aeroporto, como refere o Jornal de Notícias. O piloto tem de ter, no mínimo, 200 horas de voo, no tipo de avião a utilizar na Madeira e já deve ter realizado antes uma aterragem ou descolagem neste aeroporto. Ou então, ter feito treino num simulador de aterragem ou descolagem na pista do Funchal em más condições climatéricas.

Ainda há uma terceira alternativa: o piloto poderá ter feito um voo treino para aquele destino com aterragem e descolagem, supervisionado por um instrutor no lugar de co-piloto.

Por outro lado, a certificação para voar enquanto piloto aos comandos de um aparelho para o Funchal tem de ser renovada a cada seis meses.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*